TRATAMENTO DE VASINHOS NO ROSTO

Os vasinhos (telangectasias) no rosto, também conhecida como aranhas vasculares, são uma alteração comum da pele que costuma provocar vasos finos e avermelhados, especialmente em regiões como ao redor do nariz, os lábios ou as bochechas. Além disso, algumas pessoas também podem apresentar veias mais arroxeadas ou esverdeadas em regiões como testa ou ao redor dos olhos, causando desconforto estético.

Trata-se de um problema benigno que não traz qualquer risco para a saúde, a não ser quando estão associados a casos específicos como doenças de pele ou distúrbios do fígado, por exemplo.

Apesar de geralmente não representarem riscos para a saúde, muitas pessoas sofrem prejuízo do ponto de vista estético, sendo possível realizar o seu tratamento nesses casos.

Dúvidas frequentes sobre vasinhos no rosto

Além da predisposição genética, algumas causas podem ser identificadas. São elas: exposição solar exagerada, envelhecimento natural da pele, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, uso de hormônios como o estrogênio, uso contínuo de corticoides, exposição prolongada ao calor ou frio e traumatismos na região.

O tratamento mais indicado é o uso do laser transdérmico na região. O uso de substâncias injetáveis não é recomendada, dado a alta incidência de complicações graves como alterações de visão e até AVC (derrame).

É utilizado um laser transdérmico na região dos vasos, sendo efetuados alguns disparos de laser na região a ser tratada. É um tratamento rápido, feito em consultório e que não requer qualquer tipo de repouso ou afastamento das atividades do dia a dia.

As sessões costumam ser rápidas, com duração de cerca de 15 a 20 minutos. São necessárias em média 3 a 5 sessões com intervalo de 15 a 30 dias entre elas para alcançar o resultado final.

O tratamento não é completamente indolor, mas a utilização de cremes anestésicos e do resfriador de pele na região a ser tratada costuma diminuir muito a sensação dolorosa, tornando-se um procedimento muito bem tolerado pelos pacientes.

A pele não deve estar bronzeada, devendo evitar exposição solar 7 a 15 dias antes do procedimento. Se fizer uso de cremes a base de ácidos e uniformizadores da pele, estes devem ser suspensos 7 dias antes. Todos os medicamentos em uso devem ser informados ao médico, pois alguns deles não podem ser utilizados durante o tratamento (exemplo: Isotretinoína). Evitar depilação, esfoliação ou outras agressões a pele no dia anterior da sessão. No dia a pele deve estar completamente limpa, sem cremes ou desodorantes. Após a sessão deve-se evitar a exposição solar por 7 dias.

Para agendar uma consulta ou saber mais sobre
o trabalho da Dra. Andrea Klepacz, entre em contato!

Endereço

Rua Joaquim Floriano, 466, Bloco B Conjunto 708 – Itaim Bibi – São Paulo

Siga-nos nas redes sociais:

Nossas redes sociais